Arroz de Pato à Portuguesa - Divina Culinária
6544
post-template-default,single,single-post,postid-6544,single-format-gallery,qode-quick-links-1.0,ajax_fade,page_not_loaded,,no_animation_on_touch,qode-title-hidden,qode_grid_1300,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-content-sidebar-responsive,qode-child-theme-ver-1.0.0,qode-theme-ver-12.0.1,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-5.1.1,vc_responsive

Arroz de Pato à Portuguesa

Ingredientes:
1 pato
1 chouriço de carne
200 g de bacon
500 g de arroz agulha
1 cebola
2 hastes de salsa
2 hastes de tomilho
2 colheres de sopa de margarina
100 g de cenouras
1 orelha de porco
1 pernil de porco
Azeite q.b.
Alho q.b.
Gema de ovo q.b.
Sal q.b.
Pimenta preta em grão q.b.

Preparação:
Ponha o pato, partido ao meio, num tacho com o caldo a ferver, depois de fazer um court bouillon, com, sal, pimentas pretas, tomilho, piri-piri, louro, alho e pés de salsa. Junte o chouriço, o bacon e a orelha de porco tudo inteiro. Retire o pato e desfia-o em lascas, retirando todas as peles e ossos e reserve. Separe também em lascas, retirando todas as peles e ossos e reserve. Separe também em lascas o pernil sem gorduras e preserve. Nesse caldo coza as cenouras inteiras (depois de cozidas corte às rodelas na obliqua). Reserve também o chouriço (corte rodelas) e o bacon (corte em tiras). Faça depois um puxado e junte-lhe a calda onde cozeu o pato e as carnes. Deixe ferver e junte o arroz (+- 2 medidas de água para 1 de arroz). Rectifique os temperos. Entretanto, numa frigideira grande esmague 4 ou 5 dentes de alho e junte 2 colheres de sopa de margarina. Mal comece a fervilhar junte o pato que desfiou e envolva-o na margarina com os alhos. Envolva tudo mas tenha o cuidado de não deixar secar. Em seguida, num tabuleiro que possa ir do forno à mesa, vire metade do arroz, depois espalhe o pato e cubra com o restante arroz e alise pressionando firme. Pincele com gema de ovo. Leve ao forno só para dourar levemente, sem deixar secar. Decore com o chouriço e as cenouras às rodelinhas, o bacon às tiras e a orelha de porco aos quadrados.

No Comments

Comentar